Permanências da Sintaxe Paulista Brutalista Pós 90

  • Autor Tatiane Oliveira Teles
  • Data 2015
  • Orientadores Jorge Bassani
  • Instituição Universidade De São Paulo (USP)
  • Tema História e teoria
A fim de refletir sobre parte da prática arquitetônica recente, o estudo averigua em que medida há permanências da sintaxe da arquitetura da Escola Paulista Brutalista, suas pertinências e contradições na produção paulista pós 1990, atentando para o fato de que a bibliografia base sobre tal manifestação arquitetônica a circunscreve, sobretudo no período compreendido entre 1950 e 1970. Reconhecendo que há uma passagem contínua entre arquitetura e cidade e, com o interesse de debater sobre a pertinência dessa produção no tecido urbano contemporâneo, foi capital extrapolar o estudo do objeto em si para o estudo da relação do objeto arquitetônico com o contexto espacial em que ele se insere.

Permanências da Sintaxe Paulista Brutalista Pós 90

Autor Tatiane Oliveira Teles

Trabalhos relacionados

Acreditamos num trabalho colaborativo e conjunto, você pode participar enviando-nos o seu trabalho!

Enviar meu trabalho

Nossos colaboradores